Image Map

20 de jun de 2014

2° Temporada: Tarde Demais Pra Esquecer - 24° Capítulo

|
Maratona

Arthur: Você pode me explicar o que faz aqui?

Disse, segurando o rosto da loira, e dando repetidos selinhos nela.

Lua: Não gostou de me ver? *sorriu com malicia, dando um tapinha de leve no rosto de 
Arthur, para ele parar de beijá-la seguidas vezes*

Arthur: Gostar não, eu amei! *devolveu o sorriso, a apertando mais contra seus braços* Eu senti tanto sua falta, e não esperava que voltasse.

Lua: Eu prometi que voltaria, não? Só espero que sua promessa ainda esteja de pé. *o olhou marota, apertando o queixo dele de leve *

Arthur: A minha? *franziu o cenho, sem entender*

Lua: De estar me esperando no mesmo lugar!

Arthur: Aqui estou, sempre! *Lua sorriu e deu um beijo na bochecha dele* Mas por que não me avisou?

Lua: Queria lhe fazer uma surpresa! *apertou a bochecha do mesmo*
Arthur foi sorrir, mas logo sentiu uma vontade de tossir, e a primeira coisa que fazer, foi levantar da cama, empurrando Lua para longe dele e virando para trás. Tossiu por uns trinta segundos seguidos e Lua ficou o observando, já sabendo a causa disso. Levantou-se da cama e aproximou dele dando um leve tapinha nas costa do mesmo, que voltou a olhá-la, passando a mão pela boca e com os olhos cheios de lágrimas. Lua o encarou e sentiu um sentimento de compaixão crescer involuntariamente. Só agora pôde perceber como Arthur estava com uma expressão pálido, um porte físico mais fraco, e com os olhos fundos... mas mesmo assim ele continuava lindo , aos olhos da loira, ele podia estar como fosse, mas continuaria sempre sendo o príncipe de seus sonhos. Ela voltou olhá-lo nos olhos e viu por trás daquela íris castanha, a tristeza que insistia em ficar ali. Lua suspirou, e passou de leve a mão pelo rosto do mesmo, fazendo-o fechar os olhos.

Lua: Tudo vai ficar bem, amor... eu te juro!

Arthur: Você já sabe, não é? *afastou-se o rosto das mãos dela, e disse ressentido*

Lua: Meu pai me contou.

Arthur: Você não pode estar aqui comigo *sentiu um nó se formar em sua garganta e disse olhando para os lados* É um risco, contagioso.

Lua: Eu já me informei o suficiente e a minha médica disse que a chance de contrair a doença é quase nula.

Arthur: Meu médico disse que minha sorte é que está no inicio, e assim quem tem um sistema imunológico forte e já foi vacinada, pode não contrair a doença.

Lua: Exatamente, e eu sou um desses casos.

Arthur: Eu tive medo de não poder mais te ver, te beijar, te tocar e te amar.

Lua: Que bobo! *sorriu, negando com a cabeça* A partir de hoje você tem passe livre para fazer o que quiser comigo.
Arthur esboçou um sorriso sincero, era bom saber que teria ela ao seu lado. Deu um passo a frente, ficando mais próximo da loira. Segurou o rosto dela, dando um selinho entre os lábios da mesma e em seguida a abraçou forte.
Arthur: Obrigado *sussurrou, quase inaudível* É a primeira vez que o universo conspira a nosso favor!

Lua: A partir de hoje, ninguém nos separa! *sorriu terna, lhe dando um beijo no pescoço* Estarei com você, e agora é para sempre!
Arthur fechou os olhos, sentindo as palavras de Lua soarem como um tranquilizante. Deu um beijo no cabelo da mesma e sorriu ao escutar ela soltar um suspiro apaixonado, entre seus braços. Agora já não tinha mais do que temer, o tempo do medo já tinha passado, e começava o tempo da luta, da esperança e sobretudo, o tempo que estaria ao lado de Lua.

Ficaram se curtindo mais um pouco, até Alexandra interromper os dois para irem na sala, conversar com todo mundo e comer os petiscos que ela tinha colocado para as visitas. Arthur e Claudia se cumprimentaram formalmente, e Claudia sempre muito calada, estava com receio mas ao mesmo tempo sabia que tinha que guardar aquela insegurança só para si. O clima foi muito bom, de novidades, lembranças, sorrisos e recordações. Depois de muito tempo , os quatro amigos se reencontravam e ainda com Arthur e Lua juntos, a noite realmente tinha sido muito agradável.

5 comentários :

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe