Image Map

5 de jun de 2014

2° Temporada: Tarde Demais Pra Esquecer - 19° Capítulo

|
No dia seguinte, Billy estava em seu escritório, e estava estranhando Arthur ainda não ter chegado. O moreno sempre fora muito pontual em relação a empresa, e sempre quando havia algum imprevisto que ele ia perder a hora ele avisava ou dava um telefonema. Mas hoje não, já eram nove e meia da manhã e nem sinal de vida de Arthur.Billy: Ele ainda não chegou Alice? *perguntou, no telefone com sua secretária*
Alice: Não senhor e também ainda não ligou informando nada.

Billy: Hm, tudo bem! *coçando a testa, preocupado* Se ele ligar mande o telefone pra cá.
Alice: Pode deixar, senhor.
Billy bateu o telefone e deixou um suspiro sair. Onde Arthur tinha se metido? Pegou o telefone novamente e discou o numero da casa de Arthur. Tocou, tocou, mas ninguém atendeu. Mordeu o lábio inferior, pegando a agenda telefônica na gaveta de sua mesa, e procurou pelo celular do moreno, vai ver Arthur tinha dormido fora. Discou o numero do celular e depois de um tempo escutou alguém atendendo.


Billy: Arthur?
Luis: Oi 
Billy, é o Luis.

Billy: Oi Luis, tudo bem? Esse celular não é do Arthur?

Luis: É sim, ele deixou aqui na sala! Ele dormiu aqui em casa h
oje.

Billy: Mas está tudo bem? Ele não veio ao trabalho, ontem não me ligou para dar as respostas do exame... estou preocupado.

Luis: Aconteceu sim! *suspirou cansado, sentando no sofá* As coisas estão péssimas, amigo.

Fernando: Alguma coisa errada com o Thur?

Luis: Os exames, 
Billy... Arthur pegou tuberculose.

Billy: Tuberculose? *alterou um pouco a voz, tragando a saliva* Meu Deu , como isso Luis?

Luis: Ninguém sabe, a única coisa que sei agora que meu filho está arrasado.
Billy: Vou visita-lo hoje mesmo, na hora do almoço
.

Luis: Venha, ele vai se sentir melhor... precisa do nosso apoio. Mas você sabe que tuberculose é contagiosa, né?

Billy: Eu não tenho problema com isso não! Já sou um cabra velho, já passei da idade de ter essa enfermidade.

Luis: Velho, mas não morto.

Billy: Mas eu mesmo assim vou fazer uma visita a vocês. Mas em geral está tudo bem?

Luis: Está sim. Então apareça, agora vou desligar... Vou tomar meu café, abraço 
Billy.

Billy: Tudo bem, outro Luis.

Billy desligou o telefone sentindo um certa tristeza em seu interior. Arthur tão jovem e com uma doença igual a tuberculose. Suspirou, passando a mão no rosto, e até que escutou seu celular tocando. Pegou sem nem ao menos olhar quem era, e atendeu.

Lua: Buenos dias, papa!


Billy: Oi meu amor, que surpresa é essa você me ligando?

Lua: Mamãe me deu o recado hoje de manhã que você tinha me ligado ontem!

Billy: Só assim para você me ligar, né?

Lua: Ah pai, não é bem assim! Sempre quando eu vou te ligar você me liga primeiro, aí acaba só você ligando. *sorriu amarelo, se desculpando* Entendeu?

Billy: Olha como mente essa minha filha, Deus! *sorriu , negando com a cabeça* Mas então, meu amor, deixando as desculpas esfarrapadas de lado *Lua sorriu* Está tudo bem por aí? Você, sua mãe...

Lua: Tudo ótimo, pai, e com o senhor?

Billy: As coisas vão indo, meu bem.

Lua: Hm... papai o senhor já está no trabalho?

Billy: Já sim, por que?

Lua: O Arthur está do seu lado? *ficou um pouco sem jeito, mas ao mesmo tempo sentiu um frio em sua barriga* Queria falar com ele, sabe? Desde que ele veio aqui que não falo com ele, só por e-mails.

Billy: Ele não veio hoje ao trabalho, filha.

Lua: Não? *estranhando* Mas por que?


Billy abriu a boca para falar o motivo real de Arthur não ter ido ao trabalho, mas hesitou. Já imaginava como sua filha ia ficar, então era melhor falar mais a noite para Claudia e sabia que sua ex mulher ia contar como devia para Lua. Suspirou e disse disfarçando o tom de voz.Billy: Também não sei, meu anjo. Vou passar na casa dele na hora do almoço!

Lua: Hm, se for qualquer coisa, você me avisa, tá?

Billy: Para o Arthur você fica preocupada, mas comigo nem aí, né? Tô vendo que tô perdendo minha filha de vez. *brincou, mudando de assunto*

Lua: O que é isso, hein pai? *sorriu divertida* Depois de velho com crises de ciumes?

Billy: Velho? *fingiu-se de magoado* Ainda chama esse pobre coitado de velho? Hm, tá saindo melhor que encomenda, viu Luh?

Lua: Oh papai, você sabe que eu te amo, né?

Billy: Claro que sei, estava brincando *sorriu, soltando o ar* Mas agora vou ter que desligar meu bem, o trabalho me chama.

Lua: Vai lá, pai. Beijos e se cuida, sim?

Billy: Outro para você, filha. Te amo muito e fica bem.

Lua: Ah não esquece de me avisar do Arthur, tá? Te amo muito.

Billy: Ta, meu amor. Pode deixar e manda um beijo para Claudia.

Lua: Ok, beijos.

3 comentários :

  1. Ta linda sua web,parabens,to amando,posta mais....

    ResponderExcluir
  2. Amaaaando, posta mais - Thais

    ResponderExcluir

*Nada de comentários do tipo "FIRST", indicando que você foi o primeiro a comentar. Isso é ridículo e não acrescenta nada à blogosfera.
*Críticas também são bem-vindas, mas tenha educação ao escrever.
*Só faça comentários a respeito do tema.
*Se quiser fazer propaganda, entre em contato pela c-box.
*Não envie comentários repetidos.
*Não agrida a equipe, por favor.

Agora é só comentar..

Design por: Deborah Sophia - Adapta��o do c�digo por: Bruna Oliveira - C�digo base por: Luiz Felipe